Fórumcast, o podcast da Fórum
08 de janeiro de 2018, 19h39

Justiça Federal suspende posse de Cristiane Brasil como ministra do Trabalho

Juiz considerou que a nomeação da deputada federal para o ministério fere os princípios da administração pública, uma vez que ela já foi condenada em uma ação trabalhista por explorar um motorista que trabalhava mais de 15 horas por dia e sem carteira assinada

Por Redação

A Justiça Federal, através da decisão liminar do juiz Leonardo da Costa Couceiro, da 4ª Vara Federal de Niterói (RJ), suspendeu na noite desta segunda-feira (8) a nomeação da deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) como ministra do Trabalho. A cerimônia de posse ocorreria nesta terça-feira (9).

Ajude a Fórum a fazer a cobertura do julgamento do Lula. Clique aqui e saiba mais.

A decisão de suspender a nomeação da filha de Roberto Jefferson atendeu a ações movidas em todo o país por um grupo de advogados trabalhistas após a notícia de que Cristiane já foi condenada em uma ação por não pagar direitos trabalhistas a um ex-funcionário que chegava a trabalhar mais de 15 horas por dia para ela e sua família sem a carteira assinada. A deputada federal ainda foi alvo de outra ação trabalhista mais recente, que foi extinta graças a um acordo firmado entre ela e o ex-empregado.

“Em exame ainda que perfunctório, este magistrado vislumbra fragrante desrespeito à Constituição Federal no que se refere à moralidade administrativa, em seu artigo 37, caput, quando se pretende nomear para um cargo de tamanha magnitude, ministro do Trabalho, pessoa que já teria sido condenada em reclamações trabalhistas”, escreveu o juiz em sua decisão.

A Advocacia Geral da União (AGU) informou que vai recorrer. A deputada Cristiane Brasil, por sua vez, ainda não se manifestou quanto à liminar.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum