Fórumcast, o podcast da Fórum
17 de agosto de 2017, 15h18

Kátia Abreu é expulsa do PMDB

Apesar de contar em seus quadros com nomes como Sérgio Cabral, Eduardo Cunha, Romero Jucá e Michel Temer, Comissão de Ética e Disciplina acabou punindo a senadora, por ter votado contra matérias defendidas pelo partido.

Apesar de contar em seus quadros com nomes como Sérgio Cabral, Eduardo Cunha, Romero Jucá e Michel Temer, Comissão de Ética e Disciplina acabou punindo a senadora, por ter votado contra matérias defendidas pelo partido.

Da Redação*

O PMDB conta em seus quadros com nomes como Michel Temer, Romero Jucá, Eduardo Cunha e Sérgio Cabral. Entretanto, a Comissão de Ética e Disciplina do partido decidiu, por unanimidade, expulsar a senadora Kátia Abreu, ex-ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento no governo de Dilma Rousseff (PT). As alegações são que ela feriu a ética e a disciplina partidária ao criticar a legenda, peemedebistas como Michel Temer e por ter votado contra matérias defendidas pelo governo. Em sua defesa, Kátia citou políticos do partido que têm enfrentado problemas de ordem criminal, alguns já presos, mas nenhum punido pela legenda.

A expulsão atendeu a uma representação do diretório regional do Tocantins. Para a acusação, ao discursar contra a aprovação da Reforma Trabalhista e criticar peemedebistas como o governador do Tocantins, Marcelo Miranda, Temer e Romero Jucá, a senadora praticou atos “nocivos, provocativos e desrespeitosos” e promoveu “inequívoca afronta ao partido”.

Em sua defesa, Kátia indicou 24 testemunhas, entre elas políticos do Tocantins. A senadora lembrou que a legenda não propôs nenhum tipo de punição a filiados condenados por crimes graves, como corrupção e formação de quadrilha. No documento, Kátia citou políticos do partido que têm enfrentado problemas de ordem criminal, sendo que alguns já foram condenados e presos – como o ex-deputado Eduardo Cunha e o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral. “Até mesmo o presidente da República foi denunciado pela Procuradoria-Geral da República”, lembra. O partido, contudo, não questionou a conduta de nenhuma desses filiados.

*Com informações do Brasil 247

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil/Fotos Públicas


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum