sábado, 26 set 2020
Publicidade

Lado B | Edição Nº 6 – A boa política de Bolsonaro

Fique bem informado, conheça a newsletter da Fórum. Quem é #sóciofórum recebe a Lado B todos os dias por volta da meia-noite. Ainda não é sócio? Fique agora, clique aqui. Confira a edição enviada aos sócios 00h00 desta segunda-feira (19). 

Se você ainda não pode ficar sócio, cadastre-se e receba gratuitamente por 15 dias. Clique aqui.

Exclusivas 

Bolsonaro e a velha política 

A segunda-feira foi sacramentada pelo fim da agonia e demissão de Gustavo Bebianno, agora ex-ministro-chefe da Secretaria de Governo. Diante da primeira grande crise a atingir o coração do governo, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) ofereceu diretoria em Itaipu e embaixada em Roma a Bebianno. O presidente sucumbiu à velha política ao revelar que também oferece cargos para acomodar aliados. Em Brasília, líderes da oposição revelaram ao jornalista George Marques, da Sucursal da Fórum em Brasília, que o cargo indicado a Bebianno seria uma forma de silenciá-lo, para que o ministro não conte o que viu, ouviu e testemunhou nos bastidores da campanha presidencial.

Salário mínimo

A bancada Partido dos Trabalhadores (PT) no Senado apresentou proposta para a continuidade da política de valorização do salário mínimo, implementada em 2007 pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Como a fórmula usando a inflação e o PIB expira este ano, o governo Bolsonaro terá de decidir qual critério para reajuste do mínimo defenderá, caso opte por não manter a fórmula criada no governo Lula. Economistas consultados pela Fórum afirmam que a política de valorização do salário mínimo contribuiu para a distribuição de renda no país.

Frente contra trabalhadores 

Um grupo de deputados liderado por Kim Kataguiri (DEM-SP), do Movimento Brasil Livre (MBL), lança nesta terça-feira (19), na Câmara dos Deputados, a Frente Parlamentar pelo Livre Mercado. O objetivo dos deputados é o avanço de pautas econômicas como a flexibilização das leis trabalhistas e a aprovação da Reforma da Previdência, abertamente defendida por Kim e pelo MBL nas redes sociais.

Por que a intervenção no RJ deu certo para a milícia e errado para a população

Em entrevista ao jornalista Ivan Longo da Fóruma especialista em segurança pública Jacqueline Muniz apontou os motivos pelos quais a intervenção federal no Rio de Janeiro não reduziu a violência e apenas aumentou o poder das milícias. “O que assistimos foi uma política econômica de produção do medo”, diz Jacqueline. “O medo no Rio de Janeiro tem alavancado carreiras políticas, tem rendido milhões, tem financiado o crime. O desafio no Rio de Janeiro é político, não é criminal.”

Escolas municipais cariocas

Um grupo de mães de alunos da rede pública municipal de ensino do Rio de Janeiro se reuniu para denunciar o que consideram ser “uma série de arbitrariedades e irregularidades” nas escolas. “A alimentação das crianças está chegando em menor quantidade e pior qualidade, com mais itens industrializados. Além disso, faltam professores, mas o número não é informado pela prefeitura. A escola do meu filho está sem professor de inglês, mas existem escolas sem diversos professores”, dizem.

Show-manifesto

A cantora Titane e o pianista e compositor Túlio Mourão convidam nomes da música mineira para o show “Paixão e Fé – Manifesto”, que propõe um manifesto artístico contra os impactos ambientais e humanos da mineração em Minas, incluindo o rompimento da Barragem de Mariana e da recente tragédia de Brumadinho.

A apresentação vai contar com a participação especial de Flávio Venturini, Aline Calixto, Pereira da Viola, Luiz Gabriel Lopes, Mariana Cavanellas, Emílio Dragão e Renato Saldanha. O show tem início às 20h e será no Teatro Francisco Nunes (Belo Horizonte). A entrada é gratuita. Ouça as canções aqui.

Ainda vale a pena….

Nesta seção destacamos matérias que circularam na Fórum durante o dia de ontem, mas que merecem ser lidas.

Renúncia de privilégios

senador Reguffe (PDT-DF) abriu mão do Plano de Seguridade Social dos Congressistas (PSSC), um conjunto de regras especial para aposentadoria dos atuais e de ex-integrantes do Congresso Nacional. Em sua proposta, Reguffe defende que antes mesmo dos parlamentares iniciarem a discussão sobre uma reforma nas aposentadorias dos brasileiros todos os congressistas deveriam renunciar ao privilégio de uma reforma especial, informa o jornalista George Marques.

Centrais contra a Reforma da Previdência

No mesmo dia em que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) apresentará ao Congresso Nacional a redação final da proposta de Reforma da Previdência, quarta-feira (20), lideranças das principais centrais sindicais do país se reunirão em Brasília e São Paulo para acertar as estratégias de pressão junto às bancadas. Entre elas está a de expor em outdoors, na Esplanada dos Ministérios e em bases eleitorais, a posição dos deputados favoráveis ao projeto.

Lançamento de Mariguella no Brasil

O líder do Movimento dos Trabalhadores sem Teto (MTST) e ex-candidato à presidência pelo PSOL, Guilherme Boulos, revelou que o lançamento do filme “Marighella” no Brasil será numa ocupação do MTST. “Falei ontem com Wagner Moura, que reafirmou que o lançamento do Marighella no Brasil será numa ocupação do MTST. Vai ser histórico!”, publicou Boulos em seu Twitter.

Da vizinhança

Nesta seção indicamos leituras de sites que fazem parte desta enorme galáxia da internet, como bem definiu Castells.
 
Cerco militar na Venezuela

O site Cuba Debate publicou uma reportagem onde afirma que os EUA já cercaram militarmente a Venezuela. O governo cubano já havia alertado, no dia 13 de fevereiro, que os Estados Unidos pretendem “fabricar um pretexto humanitário para iniciar uma agressão militar contra a Venezuela” e denunciou voos militares na região do Caribe como parte dos preparativos. Agora, segundo o site, as três pontas norte-americanas são o Brasil, Caribe e Colômbia. Não por acaso o almirante da Marinha dos EUA, Craig Faller, visitou Bogotá, Brasília e Curaçao nas últimas semanas.

Contas falsas

Gobo News, Mônica Bengamo, Ual notícias, Vilma Russeffi. Trocadilhos com o nome de veículos de comunicação, jornalistas e políticos são usados como títulos para usuários de paródia no Twitter. Porém, autodeclaradas “humorísticas” ou “satíricas”, essas contas divulgam notícias falsas entre postagens irônicas e críticas à imprensa. Ao longo de um mês, a Públicaanalisou 90 dessas contas e descobriu quem são os responsáveis e como se organizam na rede. O perfil oficial de Jair Bolsonaro foi o mais seguido por elas, que têm em comum a causa anti-imprensa.

Extinção do Consea

Entidades e movimentos de todo o país que atuam na defesa da alimentação de qualidade como direito, para todos, preparam para o próximo dia 27, quarta-feira, nas capitais e cidades do interior, o chamado banquetaço, segundo matéria da Rede Brasil Atual. Ao oferecer à população um banquete com alimentos caseiros, preparados com ingredientes naturais e de qualidade, os manifestantes pretendem chamar a atenção para a extinção do Consea – Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional. O total desmantelamento do colegiado foi uma das primeiras medidas do governo de Jair Bolsonaro (PSL), por meio da Medida Provisória (MP) 870.

 

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.