Lava Jato pede que Fachin conceda liberdade no semiaberto a Lula

O pedido é assinado por Deltan Dallagnol, Roberto Pozzobon e Laura Tessler

O Ministério Público Federal (MPF) pediu à Justiça que conceda prisão domiciliar ao ex-presidente Lula. Os procuradores da Operação Lava Jato afirmam: “o cumprimento da pena privativa de liberdade tem como pressuposto a sua execução de forma progressiva”. Lula já teria cumprido um sexto dela, e portanto já poderia cumprir a condenação em regime semiaberto.

Deltan Dallagnol, Roberto Pozzobon e Laura Tessler são os procuradores que assinam o documento enviado ao Supremo Tribunal Federal

De acordo come eles, Lula tem bom comportamento no cárcere e portanto é necessário a progressão de regime.

O pedido é para que ministro Edson Fachin seja comunicado do pedido no âmbito do habeas corpus, que trata da suspeição de Sérgio Moro na atuação dos processos em que o ex-presidente está envolvido.

O editor da Fórum, Renato Rovai, explica o que significa o pedido de liberdade de Lula pela Lava Jato:

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR