Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
26 de fevereiro de 2020, 07h20

Líder da oposição pede reunião de emergência contra convocação de ato pró-golpe por Bolsonaro

"Vamos nos unir para impedir outra ditadura", afirmou o deputado Alessandro Molon (PSB) quer se reunir com os presidentes da Câmara e do Senado para discutir ações para conter Jair Bolsonaro

Alessandro Molon (Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados)

Líder da oposição na Câmara, o deputado Alessandro Molon (PSB-RJ) busca convocar uma reunião de emergência com os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), para debater ações contra Jair Bolsonaro, que está convocando apoiadores por Whatsapp para um ato de apoio a um novo AI-5, com fechamento do Congresso e do Supremo Tribunal Federal (STF), no próximo dia 15 de março.

“Basta! O próprio presidente convoca ato contra a democracia? Como Bolsonaro não consegue oferecer uma vida melhor ao povo, procura culpados: o Congresso, o Judiciário, a imprensa… As forças democráticas vão agir. Vamos nos unir p/ impedir outra ditadura”, tuitou Molon na noite desta terça-feira (25), compartilhando a notícia sobre o apoio de Bolsonaro ao ato.

A notícia causou imediata reação de políticos de um grande leque partidário, rechaçando a disposição do presidente de dar um novo golpe militar no Brasil.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum