Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
27 de fevereiro de 2020, 12h33

Ligado a Bolsonaro, grupo conservador católico encerra 40 dias de oração para conversão de ministros do STF

Conservadores do Centro Dom Bosco, que moveram ação contra o Porta dos Fundos, rezam para que "Deus faça com que os ministros possam enxergar o mal permitido pelos atos das blasfêmias contra Nosso Senhor Jesus Cristo"

Católicos do grupo Dom Bosco após oração em frente ao STF (Reprodução)

Ligado a Jair Bolsonaro, o grupo conservador católico Centro Dom Bosco encerra nesta quinta-feira (27), às 18h, os 40 dias de orações em frente ao Supremo Tribunal Federal (STF) para a “conversão” dos ministros da corte.

Segundo o site Templário de Maria, ligado ao ex-padre Rodrigo Maria, “a esperança é que, através da oração, Deus possa fazer com que os ministros possam enxergar o mal permitido pelos atos das blasfêmias contra Nosso Senhor Jesus Cristo”.

Na prática, os conservadores católicos querem que os ministros do STF revejam a decisão do ministro Dias Toffoli, presidente da corte, de derrubar a censura imposta pela justiça do Rio de Janeiro ao especial de Natal do Porta dos Fundos.

A censura havia sido determinada em dezembro pelo desembargador Benedicto Abicair, da 6ª Câmara Cível do Rio de Janeiro, que atendeu pedido do próprio Centro Dom Bosco.

Diante da decisão de Toffoli, no início de janeiro, o grupo conservador propôs 40 dias seguidos de oração suplicando pela conversão dos Ministros da Suprema Corte. O encontro acontece diariamente às 18h em frente ao STF.

Vídeo institucional
A Associação Centro Dom Bosco de Fé e Cultura, que fez o pedido que resultou na censura do Especial de Natal Porta dos Fundos, é parte de um movimento ultraconservador católico que tem entre seus líderes o guru Olavo de Carvalho.

No vídeo institucional, publicado em 31 de janeiro, Bolsonaro aparece ao lado de uma líder da associação, em situação que parece estar sendo entrevistado. Não fica explicitada a relação dele com a instituição.

Nas imagens também aparece Allan dos Santos, blogueiro bolsonarista tido como um dos principais propagadores de fake news nas redes sociais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum