Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
09 de dezembro de 2019, 21h04

Luciano Huck chama justiça social de afetividade e internet se diverte

"Venda seu avião particular comprado através do BNDES e doe àqueles que mais precisa", sugeriram usuários das redes

Foto: Divulgação/Globo

Cotado como pré-candidato à presidência em 2022, o apresentador Luciano Huck, da Rede Globo, afirmou que o Brasil precisa de uma solução “afetiva” para enfrentar o aumento da desigualdade de renda no país. Nas redes, Huck foi ironizado pela declaração.

Segundo relatório do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), o Brasil teve um crescimento de 0,001 no IDH em 2018 com relação a 2017, caindo uma posição no ranking. No entanto, no ranking do IDH ajustado aos índices de desigualdade o desempenho é ainda mais baixo. Isso se deve ao aumento da concentração de renda no país, que faz o Brasil superar apenas o Catar em termos de igualdade de renda.

Não é sócio Fórum? Quer ganhar 3 livros? Então clica aqui.

Para Huck a solução vem do afeto. “É sobre isso que tenho falado por aí…de nada adianta um país eficiente, se ele não for afetivo. Precisamos de ambos. Precisamos, sim, cuidar das nossas contas, mas precisamos, também, cuidar das nossas pessoas”, tuitou.

As redes não perdoaram. Confira algumas reações:


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum