Fórumcast, o podcast da Fórum
03 de julho de 2019, 19h27

Lula concede nova entrevista: “Moro está se transformando em um boneco de barro”

"Ele, um dia, nem que seja no dia da extrema-unção, vai ter que pedir desculpas à sociedade brasileira pela mentira desvairada que ele contou ao meu respeito", disse Lula em entrevista ao Sul 21; ex-presidente comenta os vazamentos de conversas entre Moro e procuradores da Lava Jato. Assista

Reprodução/Sul 21

O ex-presidente Lula concedeu uma nova entrevista, desta vez ao site Sul 21. A primeira parte da conversa foi divulgada em texto e vídeo nesta quarta-feira (3).

Atualizado sobre os últimos vazamentos de conversas entre o ex-juiz Sérgio Moro e procuradores da Lava Jato, Lula não poupou críticas ao ex-juiz que, para ele, “está se transformando em um boneco de barro”.

“Estamos vivendo um momento sui generis no Brasil. O Moro está se transformando em um boneco de barro. Ele vai se desmilinguir. Como Moro e a força tarefa da Lava Jato, envolvendo procuradores e delegados da Polícia Federal, inventaram uma grande mentira para tentar me colocar aqui onde estou, eles agora têm que passar a vida inteira contando dezenas e dezenas de mentiras para tentar justificar o que eles fizeram, tudo isso com muita sustentação da Globo”, disse, adicionando ainda que a emissora da família Marinho, que hoje tenta criminalizar os vazamentos, “não se preocupou com isso quando divulgava vazamentos ilícitos que recebia do Dallagnol e do Moro”.

“Minha família que o diga”, pontuou.

Firme nas respostas, o ex-presidente falou ainda sobre o comportamento de Moro enquanto juiz que foi desnudado com as revelações da série de reportagens que ficou conhecida como “Vaza Jato”.

“Em primeiro lugar, um juiz não combate a corrupção. Quem combate a corrupção é a polícia. O Ministério Público acusa e o juiz apenas julga. E o juiz não deve julgar com base na cara do réu, mas sim com as informações que ele tem nos autos do processo, avaliando se são verdadeiras ou mentirosas. Eu não estou falando do conjunto da Lava Jato porque se alguém roubou tem que estar preso. Foi para isso que o PT, tanto no meu governo quanto no governo da Dilma, criou todos os mecanismos jurídicos para colocar ladrão na cadeia”, disparou.

Ainda na primeira parte da entrevista, o petista fez uma análise mais ampla dos motivos que o levaram a prisão. “Eles sabem que eu não sou dono do apartamento, eles sabem as mentiras que contaram para trazer o caso para Curitiba, porque ele deveria ter sido julgado em São Paulo, eles sabem que eu não sou dono do sítio de Atibaia. Acontece, meu caro, que não era possível dar o golpe na Dilma e deixar o Lula ser candidato a presidente em 2018. Era preciso tirar o Lula da jogada. Para fazer isso, era preciso criar um empecilho jurídico e aí inventaram essa quantidade enorme de mentiras a meu respeito”, declarou.

Assista.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum