Fórum Educação
06 de Maio de 2020, 21h28

Lula propõe radicalização: “Fui republicano demais”

O ex-presidente ainda reforçou que defende o "Fora Bolsonaro"

Reprodução/Facebook

Durante transmissão ao vivo de lançamento do Observatório da Crise do Coronavírus, da Fundação Perseu Abramo (FPA), o ex-presidente Lula fez uma autocrítica sobre sua atuação na presidência. Segundo ele, os governos petistas foram “republicanos demais”.

“Eu penso que nós vamos ter que radicalizar um pouco mais pra poder fazer a democracia funcionar nesse país. Acho que minha autocrítica é que fui muito republicano”, declarou o ex-presidente.

“Eu acreditei em muitas coisas que hoje vejo que não é bem assim. Essa elite… Depois de ler muito sobre a escravidão eu posso garantir que hoje compreendo melhor porque o Brasil é do jeito que é… E o Bolsonaro é o retrato da elite”, disse ainda.

Na conversa, Lula ainda voltou a falar que acredita que a crise vai permitir uma rediscussão sobre o papel do estado e reforçou o coro pelo “Fora Bolsonaro”.

“Ele não está qualificado para presidir esse país. Ele não tem visão social pra cuidar desse país. Eu tô nessa do Fora Bolsonaro. Não tem jeito. Ele já está há 1 ano e poucos meses no governo e está demonstrando que não tem qualificação para presidir um país”, afirmou.

Além do ex-presidente, participaram do debate o ex-ministro Aloizio Mercadante, presidente da FPA, e as jornalistas Helena Chagas e Tereza Cruvinel. O debate foi transmitido ao vivo pela Fórum.

Assista:


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum