domingo, 20 set 2020
Publicidade

Mamadeira de piroca explode entre foliões nas ruas do Rio de Janeiro

Com a proibição dos canudos de plástico, a mamadeira de piroca explodiu entre os foliões nas ruas do Rio de Janeiro neste carnaval.

Usada como ‘fake news’ durante as eleições, o utensílio, ao mesmo tempo em que substitui o canudo proibido, serve também como mais uma sátira política ao governo de Jair Bolsonaro.

“Esses canudos começaram a ser vendidos no ano passado, mas só esse ano que veio com tudo. Quem brinca mais são as mulheres e o público LGBT, mas todo mundo acaba comprando”, conta Anderson Neves, que vende o acessório no Arco do Teles.

Nos blocos, os canudos são vendidos a R$ 3 cada, ou dois por R$ 5. No entanto, alguns foliões preferem comprar o pacote no atacado, em lojas de artigos de festa. É o caso da professora Carolina Freitas, que distribuiu o acessório entre os amigos.

“É uma crítica às ‘fake news’ que tiveram no ano passado durante a eleição. O canudo vira uma brincadeira, uma sátira, e a gente se diverte”, afirma.

Com informações do Globo

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.