Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
04 de março de 2019, 10h57

Mamadeira de piroca explode entre foliões nas ruas do Rio de Janeiro

Usada como ‘fake news’ durante as eleições, o utensílio, ao mesmo tempo em que substitui o canudo proibido, serve também como mais uma sátira política ao governo de Jair Bolsonaro

Foto: Reprodução

Com a proibição dos canudos de plástico, a mamadeira de piroca explodiu entre os foliões nas ruas do Rio de Janeiro neste carnaval.

Usada como ‘fake news’ durante as eleições, o utensílio, ao mesmo tempo em que substitui o canudo proibido, serve também como mais uma sátira política ao governo de Jair Bolsonaro.

“Esses canudos começaram a ser vendidos no ano passado, mas só esse ano que veio com tudo. Quem brinca mais são as mulheres e o público LGBT, mas todo mundo acaba comprando”, conta Anderson Neves, que vende o acessório no Arco do Teles.

Nos blocos, os canudos são vendidos a R$ 3 cada, ou dois por R$ 5. No entanto, alguns foliões preferem comprar o pacote no atacado, em lojas de artigos de festa. É o caso da professora Carolina Freitas, que distribuiu o acessório entre os amigos.

“É uma crítica às ‘fake news’ que tiveram no ano passado durante a eleição. O canudo vira uma brincadeira, uma sátira, e a gente se diverte”, afirma.

Com informações do Globo


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum