O que o brasileiro pensa?
27 de maio de 2020, 10h40

Manifestação bolsonarista usa bandeira de neonazistas ucranianos

O Pravyy Sektor é um grupo paramilitar de radicais nacionalistas que descreve como neofascista e comemora o nazismo e o holocausto como feitos heróicos

reprodução

Nas manifestações bolsonaristas em favor do governo que aconteceram no fim de semana, algo não podia passar desapercebido: uma bandeira do grupo neonazista terrorista ucraniano “Pravyy Sektor”.

O Pravyy Sektor é um grupo paramilitar de radicais nacionalistas de direita que se organizaram durante a EuroMaidan em 2013. Os próprios se descrevem como neofascistas e comemoram o nazismo e o holocausto como feitos heróicos.

A bandeira usada é do “exército insurgente ucraniano”, uma formação que se deu durante a Segunda Guerra Mundial e cooperava com os nazistas. Grande parte de seus comandantes serviam em várias unidades alemãs, incluindo a SS-Galizien.

A Organização dos Nacionalistas Ucranianos, da qual derivou o grupo, introduziu elementos de fascismo, expansionismo e darwinismo social em sua ideologia.

De acordo com registros, eles eram especialmente desumanos e assassinaram quase 100 mil pessoas, principalmente poloneses, mas também judeus e hutsuls. Em aldeias invadidas pela UPA, pessoas eram cortadas vivas com serras e bebês eram pregados em mesas pelas línguas. E chegavam ao ponto de costurar gatos vivos no estômago de mulheres grávidas. Um folheto “educacional”, intitulado “Trezentas maneiras de matar”, circulou na Ucrânia.

Sara Winter, organizadora do acampamento paramilitar fascista “300 do Brasil”, frequentemente fala em “Ucranizar o Brasil”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags