quinta-feira, 24 set 2020
Publicidade

Manifestantes em Copacabana pedem a volta de EMC e OSPB ao ensino fundamental

Ao ser reduzida aos grupos mais radicalizados e extremistas de apoio ao bolsonarismo e à Lava Jato, as manifestações deste domingo (30) deixaram mais visíveis algumas expressões pitorescas desse setor da sociedade que é movido pelo saudodismo com a ditadura.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

Um desses grupos, em um carro de som na praia de Copacabana, realizou um discurso em que pedia a volta da “bela educação que nós tínhamos na época dos militares”, e defendeu que disciplinas como EMC (Educação Moral e Cívica) e OSPB (Organização Social e Política Brasileira) sejam recolocadas na grade curricular das escolas do ensino funamental.

Cerca de uma dúzia de pessoas acompanhava uma pessoa que discursava a favor da educação nos tempos da ditadura, que lembrou que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso foi quem extinguiu as duas matérias das grades curriculares – o que chama a atenção, já que finalmente não culparam o PT por algo que consideram errado.

“Para que fizeram isso? EMC é a matéria pela qual a gente aprende o bom comportamente, e OSPB é para que tenhamos organização política. Eles querem que sejamos um povo ignorante! Para eles empurrarem o que eles quiserem”, disse o orador do carro de som.

Embora ainda não tenha feito nenhuma medida mais concreta a respeito, o retorno da disciplina EMC no currículo da rede pública foi uma das promessas de campanha de Jair Bolsonaro.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.