Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
12 de fevereiro de 2020, 17h52

MBL chama Mandela de “terrorista” para atacar Lula

Para o grupo, Madela era um torturador que assassinou negros e brancos. O ex-líder popular é reconhecido como uma das principais referências na luta contra o Apartheid na África do Sul

Foto: Ricardo Stuckert

O Movimento Brasil Livre (MBL) usou um novo artifício para atacar o ex-presidente Lula. O grupo usou uma mensagem postada pelo ex-líder sindical para dizer que ele apoiava terroristas e assassinos. O dito terrorista era o líder da libertação sul-africana Nelson Mandela.

Segundo reportagem do Uol, o MBL fez uma publicação intitulada “Lula exalta amigo terrorista no Twitter” dizendo o seguinte: “Nelson Mandela foi preso em 1963 por uma série de ataques terroristas e assassinatos que cometeu contra pessoas brancas ou negras”.

O grupo também afirma que líder sul-africano o “chegou a assassinar negros dissidentes, causar incêndios e torturas como intimidações, inclusive de negros que não queriam aderir as causas”. Mandela é reconhecido como uma das lideranças que colocou fim no apartheid que dividia negros e brancos na África do Sul.

Na terça-feira, Lula celebrou a data que marcou os 30 anos da libertação de Mandela. “30 anos atrás, dia 11 de fevereiro de 1990, Mandela era finalmente solto da prisão. Quatro anos depois assumia a presidência da África do Sul. Viva Madiba!”, escreveu.

O ex-presidente da África do Sul morreu em 2013, em decorrência de uma infecção respiratória.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum