Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
13 de julho de 2019, 07h52

MEC deve anunciar plano de mensalidade para universidades federais

Segundo informações divulgadas em um evento privado na noite de sexta-feira (12), as instituições públicas deixarão de ser administradas sob o regime jurídico de direito público, fazendo com que seja implementada uma política de cobrança de mensalidade para cursos que são gratuitos

Abraham Weintraub e Bolsonaro (Foto: Divulgação/MEC)

Na quinta-feira da próxima semana (18),  o MEC convocará os reitores das universidades federais para uma reunião em que apresentará a Reforma Administrativa que deve ser implementada pelo governo de Jair Bolsonaro.

Leia também
Weintraub sinaliza que anunciará cobrança de mensalidades na pós graduação de universidades públicas

Segundo informações divulgadas em um evento privado na noite de sexta-feira (12), as instituições públicas deixarão de ser administradas sob o regime jurídico de direito público, fazendo com que seja implementada uma política de cobrança de mensalidade para cursos que são gratuitos.

O secretário de Educação Superior do Ministério da Educação, Arnaldo Barbosa de Lima Júnior, disse ao jornal Valor Econômico que o programa será chamado Future-se e que tem o objetivo de “fortalecer a autonomia financeira das universidades e dos institutos federais”.

Ainda segundo o secretário, o programa será usado como base para a “internacionalização” do Ensino Superior. “Não há cursos gratuitos”, ele afirmou. “Os pagadores de impostos pagam por esses cursos”.

É esperado que instituições como a Universidade Federal do Rio de Janeiro sejam afetadas pela nova medida do MEC.

As informações foram divulgadas pelo Valor Econômico, baseado na entrevista do jornalista Estevão Taiar.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum