Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
03 de maio de 2019, 16h27

Militante há sete décadas, Clara Charf receberá título de cidadã paulistana da Câmara Municipal

Companheira de Carlos Marighella, ela terá sua importância reconhecida por iniciativa da vereadora Juliana Cardoso (PT)

Foto: Reprodução/TV Cultura

Em reconhecimento ao importante papel histórico de Clara Charf, a Câmara Municipal de São Paulo concederá à militante o título de cidadã paulistana, atendendo iniciativa da vereadora Juliana Cardoso (PT). A celebração está prevista para o dia 13 de maio, de acordo com a assessoria da vereadora.

Aos 93 anos, a trajetória de Clara se confunde com a própria história do Brasil no século XX. Nascida em Maceió em 1925, filha de judeus russos, foi criada em Recife. No entanto, morou no bairro do Bom Retiro, em São Paulo, durante a maior parte da vida.

Foi obrigada a viver no exílio, conheceu a clandestinidade e teve inúmeros endereços. Com uma militância socialista aguerrida, Clara foi perseguida no período da ditadura militar.

Casada com Carlos Marighella, transformou sua vida em síntese de luta, sempre na resistência ao arbítrio. O poeta, deputado federal e líder revolucionário foi seu grande amor e parceiro. Assassinado pelo regime militar em novembro de 1969, Marighella se tornou símbolo de resistência a um Estado de exceção.

Exilada em Cuba após a morte do companheiro, Clara recomeçou a vida sem abandonar a atuação política. Passou a se dedicar à luta pela redemocratização do país e assumiu papel de importância fundamental para o movimento feminista, passando a fazer parte dos grupos “Mil Mulheres” e “Mulheres pela Paz”. Em 1980, foi fundadora do Partido dos Trabalhadores e candidatou-se a deputada estadual.

Serviço

Sessão solene de entrega do título de Cidadã Paulistana para Clara Charf
Data: 13 de maio (segunda-feira), às 19 horas.
Câmara Municipal de São Paulo: Viaduto Jacareí, nº 100, Bela Vista, Salão Nobre, 8º andar
Telefones: (11) 3396-4315 e 3396-4351


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum