Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
05 de abril de 2019, 11h52

Minc alerta “judeus encantados com Bolsonaro”: “Eletrocutado nos genitais, ouvi: toma esta por judeu fdp”

Minc disse que decidiu se expor "face à amnésia coletiva", em referência à tentativa de Jair Bolsonaro (PSL) de fazer um revisionismo histórico do golpe de 64, que resultou em 21 anos de ditadura militar no Brasil

Carlos Minc (Foto: Divulgação)

O deputado estadual e ex-ministro do meio ambiente, Carlos Minc (PSB/RJ), fez um alerta nesta sexta-feira (5) pelo Twitter aos “judeus encantados com Bolsonaro”. Torturado durante a ditadura militar, Minc, que é de família judaíca, expôs pela primeira vez detalhes do tratamento que teve nos porões do regime.

“Alerta para judeus encantados com Bolsonaro: em 1969, no pau de arara na Polícia de Exercito, eletrocutado nos gentais, ouvi: toma esta por comuna, esta por judeu f.d.p. Sou circuncidado. Ouvi o mesmo para Chael Shreider, lá assassinado. Herzog? Preconceito+ tortura: tudo a ver!!”, tuitou Minc.

Minc disse que decidiu se expor “face à amnésia coletiva”, em referência à tentativa de Jair Bolsonaro (PSL) de fazer um revisionismo histórico do golpe de 64, que resultou em 21 anos de ditadura militar no Brasil.

Em telegrama à Organização das Nações Unidas (ONU), divulgado nesta quinta-feira (4), o governo Bolsonaro afirma que “não houve golpe de Estado” em 31 de março de 1964 e que os 21 anos de governos militares foram necessários “para afastar a crescente ameaça de uma tomada comunista do Brasil e garantir a preservação das instituições nacionais, no contexto da Guerra Fria”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum