Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
27 de dezembro de 2019, 06h32

Ministério Público investiga Ricardo Salles por compartilhar comercial da Chevrolet que enaltece agronegócio

MPF alega que a divulgação do comercial e os comentários do ministro podem configurar conflito de interesse

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Ministério Público Federal (MPF) abriu um inquérito neste mês contra o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, para investigar um postagem no Twitter em julho deste ano. Nela, Salles elogia um comercial da montadora de carros Chevrolet que enaltece o agronegócio no país.

Na ocasião, Sales escreveu que a propaganda da montadora enaltecia o Brasil. “Recebi essa propaganda, que enaltece o Brasil e espanta o mau humor. Chega de sandália de couro e sunga de crochet”, disse o ministro em sua conta pessoal no Twitter. “Daqui pra frente, só de Chevrolet… kkkk”.

De acordo com o MPF, a divulgação do comercial e os comentários do ministro podem configurar conflito de interesse.

O vídeo do comercial começa dizendo que “existe gente que adora reclamar” em relação a  crise, o país e os políticos, assim como sobre as ações de desmatamento causadas pelo agronegócio. Sob o lema “A diferença entre fazer e falar”, a Chevrolet afirma que, enquanto essas pessoas “reclamam”, eles continuam a produzir e alimentar o agronegócio. A propaganda ainda mostra mais imagens da produção de grãos e de gado, em alusão positiva após criticar os que querem preservar o meio ambiente e consumir alimentos sem agrotóxicos.

Ricardo Salles chegou a comentar em entrevista que não vê conflito em um ministro divulgar propaganda de uma empresa privada em suas redes sociais, fazendo publicidade para a Chevrolet e não para outras montadoras. “Qual seria o conflito? Não tem nada disso”, disse.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum