Ministros do STF pedem investigação contra delegada Erika Marena, da Lava Jato

Marena é acusada de ter fraudado o depoimento de uma testemunha. Procuradores discutiram estratégias para evitar que ela fosse investigada

Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) pediram a André Mendonça, ministro da Justiça, a abertura de um inquérito para investigar a delegada da Polícia Federal, Erika Marena.

Segundo informações de Mônica Bergamo, na edição desta terça-feira (23) da Folha de S.Paulo, Mendonça teria afirmado que mandará investigar o caso.

De acordo com conversas apreendidas pela Operação Spoofing, Marena teria falsificado o depoimento uma testemunha no âmbito da Operação Lava Jato.

Com medo de que ela tivesse problemas administrativos por falsidade, procuradores da Força-Tarefa da Lava Jato de Curitiba discutiram como evitar que ela fosse averiguada por falsidade.

Além disso, a conversa entre os procuradores Deltan Dallagnol e Orlando Martello Júnior, que ocorreu em janeiro de 2016, dá a entender que esse procedimento de forjar depoimentos já tinha sido feito em outras ocasiões.

Em uma das mensagens, Dallagnol disse que Marena poderia “sair muito queimada nessa” e que “pode dar falsidade contra ela”.

Erika Marena foi a delegada da PF que comandou o inquérito que acusou reitores de corrupção em Santa Catarina. Ela prendeu ilegalmente Luiz Carlos Cancellier, então reitor da UFSC. Ele se suicidou depois de uma humilhação pública com acusações de corrupção na universidade.

Avatar de Luisa Fragão

Luisa Fragão

Jornalista.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR