“Fomos nos moldando”, diz Bolsonaro sobre loteamento de ministérios para o centrão

Ciro Nogueira confirmou que vai assumir a Casa Civil nesta terça

O presidente Jair Bolsonaro comentou nesta terça-feira (27) sobre a composição dos ministérios de seu governo, que foi alterada para atender aos interesses do centrão. No mesmo dia, o presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira (PP-PI), confirmou que irá assumir a chefia da Casa Civil.

“Compusemos um time de ministros nunca visto em outros governos, abandonamos um pouco a questão política, mas vimos que era necessário buscarmos o apoio e o entendimento do parlamento brasileiro, fomos nos moldando”, disse Bolsonaro em evento realizado nesta terça.

Segundo o presidente, a composição inicial do gabinete foi baseada “em questões técnicas, pouco políticas”, apesar de a presença de figuras como Abraham Weintraub. Desde o início do mandato, já foram 27 mudanças ministeriais.

Enfraquecido, o Bolsonaro recorreu ao centrão para se sustentar e loteou ministérios, apesar de isso, em tese, contrariar promessas de campanha. Em certa oportunidade, o general Augusto Heleno, ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), chegou a fazer música jocosa contra o bloco: “Se gritar pega centrão, não fica um meu irmão”. Hoje, Bolsonaro diz que integra o grupo.

Nesta terça, Nogueira confirmou o embarque no governo. “Acabo de aceitar o honroso convite para assumir a chefia da Casa Civil, feito pelo presidente @jairbolsonaro. Peço a proteção de Deus para cumprir esse desafio da melhor forma que eu puder, com empenho e dedicação em busca do equilíbrio e dos avanços de que nosso país necessita”, tuitou.

A oficialização do presidente do PP dá início à reforma ministerial que vai abrir mais espaço ao centrão no governo.

Com informações da CNN Brasil

Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Lucas Rocha é formado em jornalismo pela Escola de Comunicação da UFRJ e cursa mestrado em Políticas Públicas na FLACSO Brasil. Carioca, apaixonado por carnaval e pela América Latina, é repórter da sucursal do Rio de Janeiro da Revista Fórum e apresentador do programa Fórum Global

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR