O que o brasileiro pensa?
09 de junho de 2019, 20h22

Moro e Dallagnol acordaram vazamento de áudios de Lula e Dilma

Sérgio Moro e Deltan Dallagnol acertaram vazamento de áudios entre Dilma e Lula no dia em que o ex-presidente seria nomeado para o Ministério da Casa Civil; revelação está na série de reportagens com material inédito de conversas e articulações entre Moro e procuradores da Lava Jato

Lula e Dilma (Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula)

O ex-juiz federal Sérgio Moro e o procurador Deltan Dallagnol se consultaram sobre a estratégia a ser adotada com os áudios entre Lula e Dilma Rousseff, que seriam divulgados no dia em que Dilma tentaria nomear o ex-presidente como ministro da Casa Civil. Dallagnol contatou Moro para saber se o ex-juiz manteria a divulgação dos áudios mesmo com a nomeação e disse que o MPF apoiava. A revelação está na série de reportagens do The Intercept Brasil que traz áudios e transcrições de conversas secretas entre Moro e procuradores da Lava Jato.

Na manhã do dia 16 de março, dia em que Dilma nomearia Lula para seu gabinete, Dallagnol enviou mensagem para Moro confirmando que o vazamento dos áudios entre os dois iria realmente ocorrer. “A decisão de abrir está mantida mesmo com a nomeação, confirma?”, disse. Moro, prontamente perguntou “a posicao do MPF”, respondida horas depois pelo procurador: “abrir”.

Os áudios repercutiram muito mal no meio juridico e causou desconforto nos dois, explicitado na conversa. “A liberação dos grampos foi um ato de defesa. Analisar coisas com hindsight privilege (benefício de perspectiva) é fácil, mas ainda assim não entendo que tivéssemos outra opção, sob pena de abrir margem para ataques que estavam sendo tentados de todo jeito”, disse Dallagnol.

Sem remorso, Moro respondeu: “Não me arrependo do levantamento do sigilo. Era a melhor decisão. Mas a reação está ruim”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum