Fórumcast, o podcast da Fórum
26 de fevereiro de 2019, 21h50

MP pede condenação de Bruno Covas por queda de viaduto em SP

“Seguramente, desde 2012 eles já tinham conhecimento de que aquele viaduto da Marginal Pinheiros iria ruir ou que havia risco de desabamento”, disse o promotor

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

O Ministério Público de São Paulo ingressou na Justiça com uma ação civil pública, com o objetivo de pedir a condenação de Bruno Covas, prefeito de São Paulo, por improbidade administrativa. A solicitação leva em conta a queda do viaduto da Marginal Pinheiros, no dia 15 de novembro de 2018.

Marcelo Milani, promotor, pediu, ainda, a condenação de Vitor Levy Aly, secretário municipal de Infraestrutura e Obras; Marcos Penido, seu antecessor no cargo; Raphael do Amaral Campos Júnior, superintendente do Departamento de Estradas de Rodagem (DER); e a empresa JZ Engenharia e Comércio Ltda, contratada sem licitação para realizar a obra emergencial.

“Seguramente, desde 2012 eles já tinham conhecimento de que aquele viaduto da Marginal Pinheiros iria ruir ou que havia risco de desabamento”, declarou o promotor.

Advertências

“Essa administração foi várias vezes advertida não só pelo próprio corpo da prefeitura como pelo Tribunal de Contas do Município e também pelo próprio DER. Em agosto do ano passado, houve uma comunicação oficial do DER dizendo que havia risco estrutural e de queda e a prefeitura e o DER, que era o proprietário oficial do viaduto, omitiram-se”, destacou.

“Três laudos técnicos, e mais prova que produzimos, dizem que o desabamento era totalmente evitável. Por isso entramos com essa ação de improbidade, dizendo que essa emergência foi fabricada pela omissão dos gestores”, acrescentou.

Com informações da Agência Brasil

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum