Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
17 de outubro de 2018, 18h18

Mulher faz sinal de arma em frente à imagem de Jesus e Dom Mauro Morelli rebate: “Demência e blasfêmia”

Funcionárias da Arquidiocese do Rio de Janeiro aparecem em fotos rindo e fazendo sinal de armas, em apoio a Jairo Bolsonaro, que criticou a CNBB

Foto: Blog Dom Mauro Morelli

“Sinal da demência para não dizer de blasfêmia contra o Evangelho”. Foi dessa forma que Dom Mauro Morelli, bispo emérito de Duque de Caxias, reagiu, via Twitter, a uma manifestação de funcionárias da Arquidiocese do Rio de Janeiro. Em foto, as mulheres aparecem rindo e fazendo sinal de armas de fogo, em apoio a Jair Bolsonaro, em frente à imagem de Jesus Cristo. A foto viralizou nas redes sociais nesta quarta-feira (17).

Na imagem, registrada pelo fotógrafo Fábio Motta, da Agência Estadão Conteúdo, pode-se ver uma mulher fazendo o sinal típido de Bolsonaro e outra vestindo camiseta amarela, com o nome do militar nas costas.

Bolsonaro visitou a Arquidiocese do Rio nesta quarta, onde se encontrou com Dom Orani Tempesta, arcebispo da Arquidiocese, e assinou um compromisso com temas conservadores.

Desequlibrado e vulgar

Antes disso, Dom Mauro Morelli, um dos idealizadores e precurssores do Programa Fome Zero, já havia utilizado sua conta no Twitter para criticar os ataques feitos por Bolsonaro à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

“O candidato Bolsonaro agrediu gravemente e de forma gratuita a Igreja Católica, taxando a CNBB de parte podre da Igreja. De sua boca jorram asneiras e impropérios, revelando um homem desequilibrado e vulgar. Se eleito acabará defenestrado em pouco tempo”, postou o bispo.

A reação de Morelli ocorreu em função de um vídeo divulgado por Bolsonaro, no qual ele ataca a população indígena e afirma que irá rever a demarcação de terras deste segmento da população para beneficiar o agronegócio. O militar diz, ainda, que a defesa das terras indígenas conta com o apoio da “parte podre” da Igreja Católica, representada pelo Conselho Indigenista Missionário (Cimi) e pela CNBB.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum