Fórumcast, o podcast da Fórum
30 de maio de 2019, 08h36

Na OMS, governo Bolsonaro se alinha a grupo conservador contra aborto e sexo antes do casamento

Um outro grupo liderado por países europeus e vários latino-americanos tomou direção oposta, insistindo na importância de se promover a saúde sexual e reprodutiva das mulheres e adolescentes para evitar gravidez precoce, violência sexual em casa, na escola e no local de trabalho, além de promover igualdade de gênero

Assembleia Mundial da Saúde (Foto: WHO/A.Tardy)

Reportagem de Assis Moreira, na edição desta quinta-feira (30) do Valor Econômico, informa que durante a Assembleia Mundial da Saúde, que terminou nesta quarta-feira (29) em Genebra, o governo Jair Bolsonaro se alinhou aos EUA e a alguns governos do Oriente Médio e da África para defender mudanças na Organização Mundial da Saúde (OMS) nas políticas de promoção da saúde sexual e reprodutiva.

Fontes dizem que o governo de Donald Trump deixou claro em conversas durante a assembleia que considera que a promoção da saúde sexual e reprodutiva, como é hoje, significaria facilitar aborto e sexo antes do casamento.

Alguns negociadores chegaram a comparar o discurso de Washington à quase tentativa de propor abstinência sexual. Isso gerou algumas ironias, por vir do governo dirigido por Trump.

Esse grupo quer que o foco, quando se tratar de saúde sexual e reprodutiva, seja estimular políticas para evitar doenças sexuais, vacinação contra câncer de colo do útero etc.

Um outro grupo liderado por países europeus e vários latino-americanos tomou direção oposta, insistindo na importância de se promover a saúde sexual e reprodutiva das mulheres e adolescentes para evitar gravidez precoce, violência sexual em casa, na escola e no local de trabalho, além de promover igualdade de gênero.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum