Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
30 de dezembro de 2019, 12h36

Olavo de Carvalho diz que direita elegeu Bolsonaro, mas “quem manda no país é Haddad”

"Não há movimento que possa se comparar ou competir com a esquerda, que tem tradição intelectual de mais de 150 anos", desabafou o astrólogo

Foto: Reprodução

O astrólogo e guru do bolsonarismo, Olavo de Carvalho, publicou um vídeo em seu canal no YouTube neste domingo (29) criticando políticos de direita eleitos na eleição de 2018 e afirma que o poder no Brasil está, na verdade, nas mãos da esquerda. De acordo com ele, quem domina o país é o ex-candidato à presidência, Fernando Haddad (PT).

“A direita elegeu um presidente, porém quem manda no país é Fernando Haddad”, afirma o astrólogo. “Em 1998, Haddad criou um plano para o PT cujo resumo é a elevação política do ‘lumpemproletariado’. São bandidos, prostitutas, drogados, loucos, pessoas divergentes sem lugar específico na sociedade. E hoje, o ‘lumpemproletariado’ domina o panorama nacional”, afirma Carvalho.

O termo citado pelo guru de Bolsonaro faz referência a Karl Marx, que utilizou a palavra para definir o limbo entre a burguesia e o proletariado, referindo-se a grupos marginais que não têm recursos financeiros, organização ou consciência de classe.

“Entregaram esse abacaxi pro Bolsonaro e querem que ele resolva, mas a esquerda domina a mídia, as universidades, os órgãos públicos, as ONGs, a OAB… Eles estão no poder, vocês não entenderam ainda?”, continua o astrólogo. Para ele, a direita não conseguiu se firmar como um movimento intelectual no Brasil e que, portanto, não possui a mesma força que a esquerda.

“Então, não há movimento que possa se comparar ou competir com a esquerda, que tem tradição intelectual de mais de 150 anos. O que aparece [na direita] não é um movimento, são carreiras políticas que aparecem no meio desse caos”, complementa.

 

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum