quinta-feira, 24 set 2020
Publicidade

Onze anos após a primeira denúncia, Azeredo se entrega para cumprir pena

O ex-governador de Minas Gerais, Eduardo Azeredo(PSDB), se entregou por volta das 14h45 desta quarta-feira (23) em uma delegacia de Belo Horizonte (MG), mais de 20 anos depois da data em que ocorreram os fatos pelos quais é acusado e mais de 11 anos após a primeira denúncia. Trata-se do primeiro preso do chamado “mensalão tucano”.

Desde a manhã desta quarta-feira (23), um dia após ter seu último recurso negado pela Justiça, Azeredo era considerado foragido  e a polícia realizava buscas pelas ruas da capital mineira.

Ele foi condenado em segunda instância a 20 anos e um mês de prisão por peculato e lavagem de dinheiro. Segundo o Ministério Público Federal, o tucano foi beneficiário de um esquema de desvio de dinheiro de estatais para abastecer o caixa 2 de sua campanha de reeleição ao governo de Minas Gerais, em 1998. Saiba mais aqui.

 

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.