Fórumcast, o podcast da Fórum
19 de abril de 2019, 14h17

“Os fuzis temem as flechas”, diz Leonardo Boff sobre o envio da Força Nacional a Brasília

Teólogo critica ação de Sérgio Moro: “Total fraqueza do atual Governo que coloca em Brasília a Força Nacional por medo dos índios que irão à Capital”

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

No Dia do Índio, o teólogo e escritor Leonardo Boff criticou, nesta sexta-feira (19), a medida tomada por Sérgio Moro, ministro da Justiça e Segurança Pública, no sentido de autorizar o envio da Força Nacional a Brasília. No local ocorrerão manifestações indígenas no evento Acampamento Terra Livre, na próxima semana.

“Total fraqueza do atual Governo que coloca em Brasília a Força Nacional por medo dos índios que irão à Capital. Os fuzis temem as flechas. Se este país tem donos originários são os indígenas e não os imigrantes como os Bolozaro (com z) que aqui chegaram no dia 22 de abril de 1888”, postou Boff em sua conta no Twitter.

Jair Bolsonaro criticou as manifestações indígenas, na semana passada, durante uma de suas transmissões ao vivo pelo Facebook. O presidente se referiu ao evento como “encontrão” e declarou que quem iria pagar a conta seria o “contribuinte”.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum