Para defender Salles, Eduardo Bolsonaro insinua que deputada do PSOL está sob efeito de drogas

"Tentaram nos CENSURAR, mas não nos calaremos!", protestou a deputada Vivi Reis

Durante audiência pública com participação do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) insinuou que a deputada federal Vivi Reis (PSOL-PA) estava “entorpecida” para defender o ministro das críticas pela sua péssima gestão na pasta.

“A deputada do PSOL parece que está indo além da ideia de legalização das drogas, parece até que está acontecendo algum entorpecimento desses deputados. Se tem um ministro que é competente é o ministro Ricardo Salles”, disse Eduardo durante seu discurso.

Após a fala do filho do presidente Jair Bolsonaro, a parlamentar reagiu e foi impedida de falar pela presidenta da comissão, Carla Zambelli (PSL-SP). “Eduardo Bolsonaro insinuou que eu faço uso de drogas ilícitas, muito desrespeitoso o deputado Eduardo Bolsonaro. Sei muito bem a realidade da Amazônia”, disse, antes de ter a fala cortada. Assista aqui.

Pelo Twitter, ela também protestou: “Éder Mauro grita tentando me silenciar, Eduardo Bolsonaro insinua que eu estou sob efeito de drogas ilícitas. Eles não querem que denunciemos o projeto de devastação e violência da Amazônia por isso tentaram nos CENSURAR na Comissão de Meio Ambiente, mas não nos calaremos!”.

Pouco antes da fala de Eduardo, Reis foi interrompida por bolsonaristas quando mencionou que Salles foi denunciado pela Polícia Federal por regularizar madeira ilegal.

“Me parece que vossa excelência tem um projeto político que conseguiu realizar o maior desmatamento dos últimos 10 anos”, afirmou Reis. “Essa política que o senhor defende ainda promove insegurança jurídica. O senhor será lembrado de forma muito negativa pela história como o ministro do desmatamento, do negacionismo climático e do projeto genocida. A boiada não vai passar, ministro”, completou.

Além das interrupções promovidas pelos deputados bolsonaristas, Salles minimizou as críticas e ironizou os parlamentares opositores. O líder da Oposição, Alessandro Molon (PSB-RJ), condenou essa postura: “Na Câmara para prestar esclarecimentos sobre a sua gestão antiambiental, Ricardo Salles não apenas não responde às perguntas, como agride e ironiza deputados. Afinal, só há uma explicação possível para a tragédia ambiental que acontece no Brasil: é projeto”.

Assista à sessão:

Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Lucas Rocha é formado em jornalismo pela Escola de Comunicação da UFRJ e cursa mestrado em Políticas Públicas na FLACSO Brasil. Carioca, apaixonado por carnaval e latino-americanista convicto, é repórter da sucursal do Rio de Janeiro da Revista Fórum e apresentador do programa Fórum América Latina