Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
28 de julho de 2019, 15h51

“Parece república de bananas”, provoca diplomata sobre Eduardo como embaixador

Em entrevista a agência portuguesa, Paulo Roberto de Almeida teceu diversos comentários negativos sobre a indicação do filho de Bolsonaro à embaixada, alegando ser um ato de "nepotismo"

O diplomata do Ministério das Relações Exteriores do Brasil, Paulo Roberto de Almeida, deu entrevista neste sábado (27) à agência portuguesa Lusa sobre o cenário político no Brasil. Ele disse que o país se assemelha a uma “república de bananas” por conta do nepotismo e “familismo” do presidente, referindo-se à indicação do filho Eduardo Bolsonaro à embaixada do Brasil nos Estados Unidos.

“Só Repúblicas de bananas têm esse ‘familismo’, esse nepotismo, filhotismo, essa personalização de relações políticas importantes”, diz o diplomata do Itamaraty. Ele também afirma que “a adesão às teses de Trump é algo estranho e até bizarro”.

Almeida ainda declarou que Eduardo Bolsonaro não “tem capacidades” para atender as necessidades do cargo, apesar do presidente alegar que a indicação do filho é por ser uma pessoa de confiança e que não vai passar “vexame”.  Bolsonaro chegou a declarar neste sábado (27) que Eduardo é uma indicação estratégica para explorar minerais em comunidades indígenas em parceria com os estadunidenses.

“Ele não é capacitado, vamos ser muito claros. Acaba de fazer 35 anos, não tem formação adequada, conhece muito pouco, ou nada, de relações internacionais. Certamente o presidente norte-americano já colocou o Brasil naquela lista dos ‘shithole countries’, ou seja, um desprezo total por Estados que fornecem imigrantes ilegais aos EUA”, frisou o diplomata.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum