Fórum Educação
23 de Maio de 2020, 11h51

Paulo Marinho é autorizado pelo STF a depor em investigação contra Flávio Bolsonaro

Ministro Celso de Mello confirmou depoimento do empresário, que acusou o senador e filho do presidente Jair Bolsonaro de receber informação antecipada de operações da Polícia Federal

Foto: Reprodução/TV Senado

Através de decisão do ministro Celso de Mello, o STF (Supremo Tribunal Federal) autorizou o depoimento do empresário Paulo Marinho, em inquérito que envolve Flávio Bolsonaro.

Marinho, que é suplente do senador e filho do presidente, o acusou de receber informações sobre operações da Polícia Federal de forma antecipada, especialmente sobre investigações do caso que envolve ele mesmo e seu ex-assessor, Fabrício Queiróz, que está foragido.

A autorização do depoimento foi dada após pedido da Procuradoria-Geral da República nesse sentido, realizado no domingo passado (17).

A decisão também estabelece a próxima terça-feira (26), como a data para o depoimento de Paulo Marinho, que deve comparecer à sede da Superintendência da Polícia Federal, no Rio de Janeiro, às 9h.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum