segunda-feira, 21 set 2020
Publicidade

PF conclui que advogado assumiu defesa de Adélio Bispo para aparecer na mídia, diz jornalista

O jornalista Lauro Jardim afirmou na edição deste domingo (23) do jornal O Globo que o advogado Zanone Júnior, que faz a defesa de Adélio Bispo dos Santos, teria assumido o caso gratuitamente para “faturar com os holofotes de um caso supermidiático”.

Adélio Bispo dos Santos é o autor da facada que atingiu Jair Bolsonaro (PSL) durante a campanha eleitoral em Juiz de Fora (MG). Segundo Jardim, a informação de que Zanone não cobrou honorários na causa consta no relatório de investigação da Polícia Federal, que está em fase de conclusão.

Zanone sustentou desde o início que o dinheiro para defender Adélio lhe foi dado por “um religioso de Montes Claros (MG)”, que não queria aparecer. Porém, a Polícia Federal diz que o advogado resolveu assumir o caso de graça e inventou uma história.

A versão vai de encontro ao que Bolsonaro e os filhos têm divulgado nas redes sociais, de que haveria um mandante por trás do crime que estaria pagando os honorários do advogado.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.