Prefeitura de SP, de Ricardo Nunes, apoia projeto que prega abstinência sexual para adolescentes

Câmara deve votar na quinta-feira PL que cria o programa Escolhi Esperar

A Prefeitura de São Paulo, sob gestão de Ricardo Nunes (MDB), está apoiando um projeto de lei que cria o programa Escolhi Esperar, que prega a abstinência sexual para adolescentes como método contraceptivo. A Câmara Municipal deve votar o texto nesta quinta-feira (17), com relatoria do líder do governo, Fábio Riva (PSDB).

Segundo informações do Estado de S.Paulo, o autor do projeto, o vereador Rinaldi Digilio (PSL) afirma que a proposta é “somar ao leque de políticas públicas a prevenção primária” à gravidez.

“O adolescente e a adolescente continuarão a ter acesso a camisinhas, anticoncepcionais, DIU e todos os métodos contraceptivos, mas também terão orientação por palestras ou individualmente, feitas por profissionais da saúde, para alertar para os riscos da gravidez precoce, que é consequência de relações sexuais precoces”, afirma.

O PL determina a criação de palestras de orientação para funcionários da Prefeitura, divulgação de material explicativo para adolescentes e atividades para o público-alvo, e ainda o “monitoramento de possíveis casos para avaliação e cuidado”.

A Prefeitura alegou ao jornal que o parecer favorável ao projeto é “técnico” e “não autoriza nenhuma ilação político-ideológica”.

Avatar de Luisa Fragão

Luisa Fragão

Jornalista.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR