Fórumcast, o podcast da Fórum
16 de julho de 2019, 17h56

Presidente da UNE denuncia violência durante ato em frente ao MEC

“A manifestação pacífica contra a cobrança de mensalidades nas universidades públicas foi interrompida por agressões e spray de pimenta”, contou o presidente da entidade, Iago Montalvão

Iago Montalvão, presidente da UNE foge da repressão em protesto em frente ao MEC (Foto: Matheus Alves/Cuca da UNE)

Um grupo de estudantes foi agredido após manifestação pacífica contra os cortes de verba do governo Bolsonaro, nesta terça-feira (16), em frente ao Ministério da Educação (MEC).

“A manifestação pacífica contra a cobrança de mensalidades nas universidades públicas foi interrompida por agressões e spray de pimenta”, contou o presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), Iago Montalvão.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo.

Os estudantes foram para a frente do MEC, para reafirmar que não aceitam a privatização das universidades públicas. “A educação tem sido alvo de diversos cortes e hoje já estamos vivenciando universidades com energia elétrica cortada por falta de verba”, disse.

Assistam ao vídeo da vice-presidenta da UNE, Élida Elena:


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum