segunda-feira, 21 set 2020
Publicidade

Presidente da UNE denuncia violência durante ato em frente ao MEC

Um grupo de estudantes foi agredido após manifestação pacífica contra os cortes de verba do governo Bolsonaro, nesta terça-feira (16), em frente ao Ministério da Educação (MEC).

“A manifestação pacífica contra a cobrança de mensalidades nas universidades públicas foi interrompida por agressões e spray de pimenta”, contou o presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), Iago Montalvão.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo.

Os estudantes foram para a frente do MEC, para reafirmar que não aceitam a privatização das universidades públicas. “A educação tem sido alvo de diversos cortes e hoje já estamos vivenciando universidades com energia elétrica cortada por falta de verba”, disse.

Assistam ao vídeo da vice-presidenta da UNE, Élida Elena:

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.