Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
11 de dezembro de 2019, 15h20

Secretária pediu R$ 1 milhão a Messer para não denunciá-lo a Januário Paludo

Secretária de Messer usou especificamente o nome do procurador Paludo, sem maiores explicações, para ameaçar o doleiro em 2014

Reprodução

Documentos e depoimentos em vídeo obtidos pelo El País revelam que uma secretária de Dario Messer usou o nome do procurador da Lava Jato, Januário Paludo, para ameaçar o doleiro em 2014. Ela foi a responsável por denunciá-lo à Operação em Curitiba, fazendo com que fosse preso neste ano.

Antes de sua prisão, Messer chegou a tentar uma investida judicial contra a ex-secretária e conseguiu que ela fosse processada por promotores do Rio sob acusação de estelionato, apropriação indébita e extorsão. Ela tinha iniciado um processo na Justiça do Trabalho contra ele em 2014, exigindo-lhe cerca de um milhão de reais para que encerrasse o processo e, assim, não denunciasse seus crimes a Paludo. No entanto, sem o pagamento, o doleiro foi denunciado naquele ano à Lava Jato de Curitiba.

Chama a atenção o fato da ex-auxiliar ter utilizado o nome de Paludo sem grandes explicações. Em depoimento à 25ª Vara Criminal do Rio em 10 de maio de 2017, Messer afirma: “Teve um dia que meu advogado foi no escritório do advogado dela. Ia tentar fechar um acordo. Aí, segundo o meu representante, o advogado escreveu as exigências dela… se não, reunião com Paludo”. Ele então acrescenta: “Não só foi grave ameaça como ela concretizou. Na verdade, Paludo era Januário Paludo, da força-tarefa da Lava Jato, que veio desde a época do Banestado. Ela preparou um dossiê falso sobre mim, que ela entregou em Curitiba pra procuradoria. Não sei se foi direto com esse Paludo ou não”.

A força-tarefa de Curitiba informou que Paludo jamais teve qualquer contato pessoal com o doleiro Dario Messer e que “refuta veementemente as falsas imputações” de que recebeu propina dele. Procuradores da Lava Jato do Rio agora investigam se existiu uma rede oficial de proteção ao doleiro.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum