Fórumcast #20
06 de dezembro de 2018, 13h01

Servidores realizam ato contra a “PL do Confisco”, que altera aposentadoria e diminui salários

“Precisamos dar um recado bem dado aos vereadores e ao prefeito Bruno Covas: ‘Tirem as mãos da nossa aposentadoria’, alerta secretário de imprensa do Sindsep

Foto: ANDRÉ KUCHAR

Por Rede Brasil Atual

Servidores municipais de São Paulo realizaram na tarde desta quarta-feira (5), em frente à Câmara, uma manifestação contra o Projeto de Lei 621/2016, que pretende alterar a aposentadoria dos trabalhadores e diminuir salários. Chamada de “PL do confisco”, a proposta pretende criar uma previdência complementar e aumentar a alíquota de contribuição dos atuais 11% para 14% do salário, entre outras mudanças.

Fórum precisa ter um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais

Apresentado em 2017, ainda durante o primeiro e único ano de João Doria (PSDB) como prefeito da capital paulista, a tramitação do projeto foi suspensa em março deste ano e voltou agora à pauta da Câmara com apoio do prefeito Bruno Covas (PSDB).

“Precisamos dar um recado bem dado aos vereadores e ao prefeito Bruno Covas: ‘Tirem as mãos da nossa aposentadoria’. Não vamos aceitar o aumento de 11% para 14%, que pode chegar a até 19%. Muita atenção nisto”, alerta João Batista Gomes, secretário de imprensa do Sindicato dos Trabalhadores na Administração Pública e Autarquias no município de São Paulo (Sindsep).

Veja também:  Possível candidata à prefeitura de SP, Joice ironiza Bruno Covas: "minha mãe também é bacana, e nem por isso serve para ser prefeita"

Agora que você chegou ao final desse texto e viu a importância da Fórum, que tal apoiar a criação da sucursal de Brasília? Clique aqui e saiba mais


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum