Silas Malafaia manda Bolsonaro convocar Forças Armadas para estabelecer “lei e ordem”

Enfurecido, pastor diz que não está "pedindo golpe", mas quer que Bolsonaro declare estado de sítio para acabar com as medidas restritivas decretadas por governadores

O pastor bolsonarista Silas Malafaia, nesta quinta-feira (18), pouco antes do presidente Jair Bolsonaro afirmar em live que “nossa democracia não parece tão sólida assim”, gravou um vídeo pedindo ao titular do Planalto que convoque as Forças Armadas para estabelecer a “lei e a ordem” no país.

Enfurecido, Malafaia fez questão de destacar que não está “pedindo um golpe” e nem o fechamento de instituições, mas quer que Bolsonaro acione os militares para baixar um estado de sítio no país, que teria como objetivo derrubar os decretos dos governadores que impõem medidas restritivas para conter o avanço da pandemia do coronavírus.

“Presidente Bolsonaro, convoque as Forças Armadas para estabelecer lei e ordem. Vamos à Constituição (..) Não estamos aqui pedindo golpe militar ou ditadura militar (…) Só o presidente tem autoridade para convocar estado de sítio ou de defesa com autorização do Congresso Nacional (…) Eles [governadores] não têm autoridade constitucional para decretarem isso [toque de recolher e medidas restritivas. O direito do povo brasileiro está sendo solapado”, declarou.

O pastor ainda citou o artigo 5º da Constituição Federal, que diz que “é livre a locomoção no território nacional em tempo de paz”. “Estamos em tempo de paz e não de guerra!”, disparou o pastor, ignorando o fato de que o mundo vive a pior crise de saúde da história e que, atualmente, o Brasil é o epicentro global da pandemia.

As medidas restritivas atacadas por Malafaia são apontadas por especialistas como a única solução para conter o avanço do vírus enquanto não há vacinação em massa. No Brasil mesmo já há exemplos da efetividade das medidas. Em Araraquara (SP), por exemplo, onde houve colapso hospitalar e disparada de infecções com novas variantes do vírus circulando, a transmissão do coronavírus caiu 50% após o “lockdown total” decretado pela prefeitura

Pelo Twitter, a jornalista Mônica Bergamo criticou o vídeo do pastor. “Não precisamos de militares, precisamos de MEDICOS E VACINAS. Em meio a mortes e mais mortes, Malafaia estimula Bolsonaro a chamar as FORÇAS ARMADAS”, escreveu.

Confira.

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista e repórter especial da Revista Fórum.