Fórumcast, o podcast da Fórum
18 de março de 2019, 16h51

Steve Bannon afirma que Mourão se tornou “uma voz dissonante”

“Há muitos membros do governo que estão questionando o ‘timing’ do vice-presidente e seus posicionamentos nestes primeiros 100 dias”, disse o estrategista

Foto: Palácio do Planalto/Divulgação

Há algum tempo a relação entre o vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, e Olavo de Carvalho, o “guru” da família Bolsonaro, não é boa. Um dos amigos do “filósofo”, Steve Bannon, o estrategista-chefe afastado do governo de Donald Trump, é um dos principais articuladores de um possível isolamento de Mourão.

Após se sentar ao lado de Jair Bolsonaro em um jantar na residência oficial do embaixador do Brasil em Washington, neste domingo (17), Bannon declarou que há uma “clara preocupação” entre os apoiadores de Bolsonaro sobre a influência do vice Mourão, de acordo com informações de Ricardo Senra, da BBC News Brasil.

“Há muitos membros do governo que estão questionando o ‘timing’ do vice-presidente e seus posicionamentos nestes primeiros 100 dias”, disse.

“Isso não significa que exista uma divisão dentro do governo, mas ele (Mourão) se tornou uma voz dissonante e isso é perigoso. Há um nível relevante de frustração pelo fato de ele estar desalinhado com o programa do presidente Bolsonaro”, destacou Bannon.

Veja também:  Pesquisa aponta que Bolsonaro é o terceiro presidente mais mal avaliado da América Latina

Mentalidade golpista

Na opinião de Olavo de Carvalho, Mourão tem “mentalidade golpista” e “uma vaidade monstruosa”. Depois de se encontrar com Bannon no sábado e no domingo, Olavo disse ainda que o general Mourão é um “estúpido”.

Alguns integrantes do primeiro escalão do governo não escondem sua contrariedade com o vice. Para eles, Mourão teria se tornado uma presença “nociva” que “conspira contra o presidente” e teria agido para se aproveitar de “um grande vácuo” durante os períodos de internação e afastamento médico do capitão reformado.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum