#Fórumcast, o podcast da Fórum
14 de outubro de 2019, 12h11

STF deve julgar prisão em segunda instância nesta quinta-feira

Decisão pode libertar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, deverá julgar nesta quinta-feira (17) as três Ações declaratórias de Constitucionalidade (ADCs) que questionam a prisão de condenados depois de julgamento em segunda instância.

Caso o Supremo acate com a nova decisão, réus que estão presos e ainda tem recursos nos tribunais superiores, ou na segunda instância, devem ser liberados em todo o país. Portanto, a decisão pode beneficiar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso em Curitiba desde abril de 2018.

Serão julgadas as ações apresentadas pela OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e pelos partidos PCdoB e Patriota. Até então, o placar no STF é de 7 votos a favor e 3 contra. O enfraquecimento da Lava Jato e o fato de o próprio Ministério Público ter pedido a progressão de Lula para o semiaberto, avaliam ministros, influenciam neste possível resultado.
Os ministros também devem decidir se o impacto da medida atinge processos anteriores ou apenas os futuros. Pelo menos 32 sentenças da Lava Jato podem ser anuladas a depender do entendimento da Corte.

Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum