Suplicy desafia Ratinho para debate sobre intervenção militar

Vereador quer que o apresentador bolsonarista, por ter defendido uma "limpeza" no Brasil através de um golpe militar, seja preso tal como o deputado Daniel Silveira

O vereador Eduardo Suplicy (PT-SP) usou suas redes sociais, no início da noite desta quarta-feira (17), para desafiar o apresentador Ratinho para um debate sobre intervenção militar.

Mais cedo, em seu programa de rádio na Massa FM, Ratinho disse ser favorável a uma “limpeza” como a que ocorreu em Singapura após golpe militar. Ele também defendeu medidas higienistas contra moradores de rua.

“Eu sei que o que vou falar aqui pode até chocar, mas está na hora de fazer igual fez em Singapura. Entrou um general, consertou o país e, um ano depois, fez eleições. Mas primeiro concertou, chamou todos denunciados e disse: ‘vocês têm 24 horas para deixar o país ou serão fuzilados’. Limpou Singapura”, afirmou o apresentador.

Suplicy, então, propôs o desafio: “Desafio o apresentador Carlos Massa , o Ratinho, a realizar um debate em que ele venha a defender a volta dos militares ao poder no Brasil, como aconteceu de 1964 em diante, na Ditadura Militar, e a extinção por expulsão da população de rua, por meio da força e das armas, em que eu tenha a oportunidade de defender a Democracia e a instituições que signifiquem a realização da justiça, como a implantação da Renda Básica de Cidadania, Universal e Incondicional, como a defende o Papa Francisco, e daí consultarmos a população brasileira”.

O vereador ainda defendeu que Ratinho seja preso, tal qual aconteceu com o deputado bolsonarista Daniel Silveira (PSL-RJ) após ataques ao Supremo Tribunal Federal (STF).

“Diferentemente do que ele afirma, tenho a certeza de que o povo optará pela democracia. Por suas declarações em favor da Ditadura Militar, Ratinho está a merecer punição semelhante à do Deputado Daniel Silveira (PSL-SP). Por 11×0 o STF decidiu que ele deve estar preso”, concluiu Suplicy.

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista e repórter especial da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta.

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR