terça-feira, 29 set 2020
Publicidade

Temendo manifestações de rua, Eduardo Bolsonaro ataca Sâmia Bomfim

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), líder do PSL na Câmara, atacou a deputada federal Sâmia Bomfim (PSOL-SP) no Twitter ao comentar sobre a convocação de protestos marcados para esta quinta-feira (31) em razão da reportagem do ‘Jornal Nacional’ que revelou um possível elo do presidente Jair Bolsonaro com a morte da vereadora Marielle Franco. A parlamentar reagiu e recebeu a solidariedade de congressistas.

“Com este pessoal não adianta debater, discutir. Não adianta mostrar a realidade. Pepa do PSOL já chamando por ‘protestos’ que a gente sabe se tratar de atos de vandalismo”, disse Eduardo ao publicar um print de uma mensagem postada por Sâmia convocando “todas e todos às ruas para exigir justiça para Marielle e Anderson”.

Em resposta, Sâmia disse que o Brasil vai derrubar Bolsonaro nas ruas. “Que você é avesso ao debate, o Brasil todo sabe. É fã de ditadores e torturadores. O seu desespero é porque o Brasil ja está percebendo a relação da sua família com a milícia carioca, com o ‘Escritório do Crime’. O lugar de derrotar esse governo criminoso do seu pai é sim na rua”, declarou.

A deputada Áurea Carolina (PSOL-MG) saiu em defesa de Sâmia, condenando o xingamento machista postado por Eduardo. “Querida, você é maravilhosa. Já eles são a amostra ‘perfeita’ do machismo estrutural e da violência política à qual estamos cotidianamente sujeitas no Parlamento. Como deputadas, temos o dever de fiscalizar o Executivo e seguiremos SIM exigindo a investigação completa desse caso!”, declarou.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.