Fórumcast, o podcast da Fórum
13 de março de 2018, 22h12

Com rejeição recorde, Temer diz que seu governo pode ter sido “o melhor que o Brasil conheceu”

Temer deixou a modéstia de lado: mesmo sendo considerado por fontes internacionais como o líder de estado mais impopular do mundo, acredita que faz não só um bom governo, mas um dos melhores que o país já teve

Foto: Beto Barata/PR

Com o desemprego em alta, crescimento econômico pífio e alta rejeição popular, o presidente Michel Temer acredita que seu governo possa ter sido “o melhor que o Brasil conheceu”.

A declaração foi dada em um evento nesta terça-feira (13) em São Paulo. Para justificar os motivos pelos quais ele considera que o seu governo esteja entre os melhores da história, Temer citou a reforma trabalhista, a imposição do teto nos gastos públicos e até mesmo a finalização da obra da transposição do Rio São Francisco – projeto majoritariamente encampado por Lula e Dilma Rousseff. No mesmo evento, o presidente ainda aventou a possibilidade de aprovar a reforma da Previdência, congelada no Congresso, até novembro deste ano.

Se no alto de sua modéstia Temer acredita que fez um dos melhores governos da história, para a história mesmo ficarão os seus índices de popularidade. Em dezembro do ano passado, a rejeição ao emedebista, de acordo com pesquisas, chegou a 94% – maior reprovação de um presidente no Brasil desde que se fazem pesquisas deste tipo. E não é só no Brasil que essa rejeição é reconhecida. Em outubro, o instituto de pesquisas europeu Eurasia classificou o presidente brasileiro como o líder de estado mais impopular do mundo, superando até mesmo governantes considerados ditadores.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum