terça-feira, 22 set 2020
Publicidade

General é interino e Temer estaria discutindo nome de civil para a Defesa

Primeiro militar a ocupar um ministério desde a ditadura, o general Joaquim Luna e Silva deve ficar como ministro da Defesa apenas até abril. Ele assumiu de forma interina depois que Temer nomeou Raul Jungmann para o recém-criado ministério da Segurança Pública.

De acordo com o site G1, aliados de Temer já estariam discutindo o nome de um civil para substituir Silva e Luna. Um dos motivos para que o governo esteja pensando em nomear um civil para a pasta é o fato de que a nomeação de Luna geraria conflito entre as três Forças Armadas, já que tanto Luna quanto o interventor do Rio de Janeiro são do Exército e não houve nenhuma nomeação da Marinha ou da Aeronáutica.

De acordo com interlocutores do governo, Temer ainda “não encontrou um perfil” para assumir a Defesa, mas o emedebista não estaria descartando a nomeação de um parlamentar.

A troca deve acontecer junto com a reforma ministerial que Temer pretende fazer ainda em março. A pressa é pelo fato de que em abril se encerra o prazo para que os ministros que queiram se candidatar nas eleições deste ano deixem o cargo.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.