Entrevista exclusiva com Lula
31 de julho de 2019, 21h04

TRF-4 aceita pedido da defesa de Lula e manda PF explicar sobre restrições de visitas

A Justiça federal acolheu em parte solicitação do ex-presidente, diante das novas regras de visita para seus advogados

Foto: Agência Brasil

Nivaldo Brunoni, juiz convocado do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), determinou que o Ministério Público Federal (MPF) preste informações solicitadas sobre as visitas a Lula, em até 48 horas.

A Justiça federal acolheu em parte pedido do ex-presidente, diante das novas regras de visita para seus advogados. Antes da mudança, Lula podia se reunir diariamente com seus advogados, das 9 às 11h30, e entre 14 e 17h30, de segundas às sextas-feiras.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo.

No entanto, uma regra interna da Polícia Federal diminuiu o contato para apenas uma hora diária.

Os advogados Cristiano Zanin e Valeska Teixeira, que defendem o ex-presidente, pediram que o formado antigo de visitas fosse restabelecido.

Contudo, o processo está parado, pois o MPF pediu uma lista com todos os visitantes de Lula para poder fazer um parecer.

Habeas corpus

Os advogados ingressaram com um habeas corpus no TRF-4 e o juiz convocado decidiu que a PF tem até 48 horas para entregar a lista ao MPF.

“Defiro o pedido liminar para determinar que o juízo de primeiro grau dê impulso ao processo no prazo de 48 horas, de modo a instar a autoridade policial a fornecer as informações requeridas pelo Ministério Público Federal para, posteriormente, decidir como entender conveniente”, diz um dos trechos da decisão.

Com informações do Conjur


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum