Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
18 de julho de 2018, 16h45

TRF-4 condena esposa de Eduardo Cunha, mas ela não vai para a cadeia

Cláudia Cruz recebeu a pena de dois anos e seis meses pelo crime de evasão de divisas; no entanto, além de caber recurso, a decisão pode ser revertida para medidas alternativas

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

A Oitava Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre, condenou nesta quarta-feira (18) a jornalista Cláudia Cruz, esposa do ex-deputado federal Eduardo Cunha, a dois anos e seis meses de prisão pelo crime de evasão de divisas. Cabe recurso contra decisão e, além disso, a pena poderá ser revertida para medidas alternativas, segundo reportagem de André Richter, da Agência Brasil.

A maioria do colegiado entendeu que Cláudia Cruz cometeu o crime de evasão ao manter a conta no exterior e não ter declarado o saldo às autoridades brasileiras. Entretanto, a turma manteve a absolvição do crime de lavagem de dinheiro por entender que não há provas de que os recursos depositados são fruto de “ilícitos perpetrados anteriormente”.

De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), Claudia usou parte do dinheiro para gastos pessoais fora do país. Pelos mesmos fatos, Cunha foi condenado pelo juiz Sergio Moro a 15 anos e quatro meses de prisão e está preso em um presídio na região metropolitana de Curitiba.

A decisão do colegiado divergiu do entendimento de Moro, que, em maio do ano passado, absolveu a esposa de Cunha. Para o magistrado, a jornalista teve “participação meramente acessória” e considerou “bastante plausível” a alegação dela de que a gestão financeira da família era de responsabilidade de Cunha.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum