Datafolha dá Lula com 41% e Bolsonaro 23% no primeiro turno

Petista tem quase que a soma das intenções de voto de todos os seus outros possíveis adversários e ganharia de Bolsonaro no segundo turno com 55%

Pesquisa Datafolha sobre as eleições de 2022 divulgada nesta quarta-feira (12) confirma o favoritismo do ex-presidente Lula na corrida pelo Palácio do Planalto. Com seus direitos políticos restabelecidos, caso o pleito fosse hoje, o petista terminaria o o primeiro turno em primeiro lugar com ampla vantagem e derrotaria Jair Bolsonaro no segundo turno.

Segundo o estudo, Lula tem 41% das intenções de voto, que representa quase a soma das intenções de voto de todos os seus possíveis adversários. Em segundo lugar, o presidente Bolsonaro figura com 23%. Bem abaixo dele aparecem o ex-juiz Sérgio Moro, com 7%, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT), com 6%, e o apresentador de televisão Luciano Huck, com 4%.

Fecham a lista o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), que soma 3%, o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM), com 2%, e João Amoêdo (Novo), também com 2%. Brancos e nulos somam 9%, enquanto 4% dos entrevistados não sabem em quem vão votar ou não responderam.

Segundo turno

Na simulação de segundo turno, Lula venceria Jair Bolsonaro, segundo o Datafolha, com 55%, contra 32% do atual presidente. 11% votariam em branco ou nulo e outros 2% não sabem ou não responderam.

Se o segundo turno fosse entre Lula e Moro, o petista levaria a melhor 53% contra 33% do ex-juiz, e também derrotaria Doria, por 57% a 21%.

Em uma simulação de segundo turno entre Ciro Gomes e Bolsonaro, o pedetista venceria com 48%, contra 36% do atual titular do Planalto.

Um outro dado da pesquisa que chama atenção é o apoio que Lula vem conquistando entre os evangélicos, uma das principais bases eleitorais de Bolsonaro. O petista já superou numericamente o atual presidente neste segmento, com 35% das intenções de voto, contra 34% de Bolsonaro.

O Datafolha ouviu 2.071 pessoas de todo o país entre os dias 11 e 12 de maio. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista e repórter especial da Revista Fórum.