STF divulga vídeo da reunião ministerial de Bolsonaro de 22 de abril; assista

A gravação foi divulgada quase na integralidade, contrariando solicitação do Palácio do Planalto

O vídeo da polêmica reunião ministerial do gabinete do presidente Jair Bolsonaro de 22 de abril já está disponível no site do Supremo Tribunal Federal. A divulgação acontece após decisão do ministro Celso de Mello, do STF, que tutelava a gravação.

A decisão não atendeu aos apelos da Advocacia-Geral da União, que queria que a divulgação fosse restrita aos trechos em que o presidente trata sobre a “segurança” dele. No entanto, Mello decidiu remover os trechos em que a reunião trata sobre China e Paraguai para não causar problemas com os países.

Segundo o jornalista Fernando Molica, da rede CNN Brasil, 99% do conteúdo do vídeo foi divulgado por Celso de Mello.

A gravação é uma das provas apontadas solicitadas pela Procuradoria Geral da República no inquérito que investiga se o presidente tentou interferir na Polícia Federal. Segundo o ex-ministro Sérgio Moro, Bolsonaro o pressionou na ocasião para conseguir fazer mudanças na Superintendência da PF do Rio de Janeiro com o objetivo de proteger pessoas ligadas a ele.

Em trecho, o presidente Jair Bolsonaro diz o seguinte: “esse bosta do governador de SP, esse estrume do RJ, o bosta do prefeito de manaus abrindo covas coletivas”. O ministro da Educação, Abraham Weintraub, disse que “odeia” o termo “povos indígenas”.

Assista a veiculação do vídeo ao vivo.

Mais informações em instantes

ASSISTA AQUI, NO PORTAL DO STF

LEIA AQUI A DECISÃO NA ÍNTEGRA

VEJA TRECHO EXIBIDO PELA GLOBONEWS AO VIVO

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR