Fórumcast, o podcast da Fórum
18 de julho de 2019, 08h44

Veja fotos da mansão de Paulo Preto, operador do PSDB

Obras em imóvel do tucano Paulo Preto, ex-Dersa, transformaram casa no Guarujá em Mansão

Foto: Reprodução/Polícia Federal

Perícia da Polícia Federal divulgada nesta quinta-feira (18) mostra como Paulo Vieira de Souza, o tucano Paulo Preto, transformou casa no Guarujá que valia R$600 mil em mansão de quase R$ 3 milhões. O ex-diretor da Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa) foi condenado a 145 anos, maior pena da Lava Jato.

Preso desde fevereiro deste ano, Paulo Preto foi condenado por peculato de R$ 7,7 milhões e crimes de cartel e fraude em contratos da Dersa, em São Paulo. Em relatório de 57 páginas, a PF faz um histórico de transformações em casa no Guarujá que mostram transição de um imóvel “comum” para uma grande mansão.

“A reforma realizada entre os anos de 2012 e 2014 alterou significativamente o imóvel, quer pelo seu padrão construtivo, quer pelo arranjo interno dos cômodos, preservando-se a estrutura de concreto armado, fundações, muros de contenção e projeção sobre o terreno. A construção existente em março de 2012 foi totalmente reformada e modificada, remanescendo apenas as estruturas de concreto, fundações e muros de contenções”, diz o laudo, que foi obtido pelo jornalista Fausto Macedo, do Estadão.

Confira abaixo fotos da casa reformada

Foto: Reprodução/Polícia Federal

Foto: Reprodução/Polícia Federal

Foto: Reprodução/Polícia Federal

Foto: Reprodução/Polícia Federal

Foto: Reprodução/Polícia Federal

Foto: Reprodução/Polícia Federal

Foto: Reprodução/Polícia Federal

Foto: Reprodução/Polícia Federal

 

Veja também:  Resistência à intervenção no Cefet-RJ continua: assembleia e ato estão previstos para esta terça

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum