Fórumcast, o podcast da Fórum
22 de maio de 2018, 18h05

Vereador e um dos líderes do MBL, Holiday é condenado por comunicação falsa de crime

Ele terá de pagar R$ 20 mil de indenização ao assistente social Damiso Ajamu, acusado de ter cuspido e agredido um de seus assessores parlamentares, fato não comprovado

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Por Vinícius Segalla, do DCM

O vereador de São Paulo Fernando Holiday (DEM) foi condenado pela Justiça de São Paulo a pagar uma indenização por danos morais de R$ 20 mil por ter feito falsa acusação contra um militante de esquerda de ter cometido um crime de lesão corporal contra um de seus assessores parlamentares. A sentença, proferida pela juíza Cláudia Thome Toni, da 1ª Vara do Juizado Especial Cível de São Paulo, foi publicada na segunda-feira (21) e diz respeito a um caso ocorrido no dia 21 de agosto do ano passado na Câmara dos Vereadores. Na ocasião, Holiday acusou o assistente social Damiso Ajamu da Silva Faustino de ter cuspido e agredido um de seus assessores parlamentares com uma cabeçada, na entrada de seu gabinete.

No mesmo dia, Fernando Holiday denunciou o suposto fato aos guardas municipais da casa legislativa, que conduziram Faustino até uma delegacia, onde o parlamentar e seu assistente lavraram boletim de ocorrência acusando o assistente social de lesão corporal, que desde o início negou as alegações. Em virtude das afirmações de Holiday, o assistente social perdeu, no ano passado, o emprego que tinha: foi demitido do Instituto Social Santa Lúcia, “onde atuava como assistente social e trabalhava com população em situação de rua, e foi obrigado a residir por 45 dias na cidade de São Vicente, devido ao medo de perseguição e eventual atentado contra sua vida”.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum