Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
19 de novembro de 2019, 13h56

Weintraub rebate editorial do Estadão: “Eles deveriam se preocupar com as assinaturas que não param de cair”

No editorial, o Estadão pede a imediata demissão de Weintraub e diz que “até para os padrões do bolsonarismo – que estabeleceu novo patamar de insalubridade nas redes sociais – o ministro cruzou a linha vermelha”

Abraham Weintraub e Bolsonaro (Foto: Gabriel Jabur / MEC)

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, usou de seu estilo troça para rebater o editorial do jornal O Estado de S.Paulo desta terça-feira (19), que prega a saída imediata dele do comando da pasta.

“Minha opinião sobre o editorial: 🤣🤣🤣… Acho que eles deveriam se preocupar com as assinaturas que não param de cair 🤣🤣🤣”, tuitou Weintraub, após receber a solidariedade de parlamentares bolsonaristas, como Carla Zambelli (PSL-SP) e Carlos Jordy (PSL-RJ).

No texto, o Estadão aponta que “sua errática gestão – se assim pode ser chamada – à frente de um dos mais importantes Ministérios já seria razão suficiente para sua substituição por quadros mais qualificados, e estes não faltam no País”.

De acordo com o jornal, no entanto, há outras razões para tal. Para o Estadão, “não é de hoje que o ministro se porta em desacordo com a decência que deve pautar a conduta de um servidor do primeiro escalão da República”. O texto recorda que “até para os padrões do bolsonarismo – que estabeleceu novo patamar de insalubridade nas redes sociais – o ministro cruzou a linha vermelha”.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum