Cartas do Pai: Foi Golpe. Foi Ditadura!

Nas Cartas do Pai de hoje, Ivan Cosenza revira o baú das memórias de infância, com sua família, durante os Anos de Chumbo.

Publicidade

Rio de Janeiro, 31 de Março de 2021.

Pai,
Quando houve o Golpe Militar de 1964, eu nem tinha nascido ainda, mas cresci durante a ditadura.
Não entendia o que estava acontecendo, mas minha infância foi no meio desta confusão!
Ia passear escondido com o meu tio Gildásio, que pedia a volta da democracia, e mais tarde visitá-lo na prisão, pois não podia ser a favor da democracia naquela época.
Meu programa de fim de semana com a minha mãe era visitar ele no presídio de Bangu.
Cheguei a visitar também minha tia Gilseone, presa pelo mesmo motivo.
Minha outra tia, a Gilse, também foi presa, e você e a minha mãe cuidaram escondidos da minha prima Juliana, porque os militares queriam pegar e torturar ela, com menos de um ano de idade, na frente da Gilse. Quando foi solta, foi pro Nordeste e achava estranho ter que chamar ela pelo nome falso, Cecília, quando fomos visita-la!
Você tinha que ficar atento pra não ser preso, pois eles não gostavam de suas charges e eram doidos pra te pegar também.
E ainda tinha o seu irmão, o Betinho!
Desconhecido na época, que ficou famoso por ser o irmão do Henfil!
Tio que só conheci quando veio a anistia.
Os três irmãos da minha mãe foram muito torturados. Já o seu irmão, teve mais sorte e conseguiu fugir antes de ser preso.
Hoje, o genocida do presidente anda flertando com um novo golpe.
Nenhuma novidade!
Ele sempre disse que esse era o plano dele quando chegasse ao  poder.
Disse que tinha que matar uns 30 mil, mas já matou mais de 300 mil!
Conseguiu aliança com o vírus pra fazer o trabalho sujo dele.
E ele só teve que recusar as ofertas de vacina pra isso!
Continuamos atentos aqui para que não venha um novo 64.
Um beijo do seu filho,
Ivan

Avatar de Ivan Cosenza de Souza

Ivan Cosenza de Souza

Cronista, produtor cultural, curador da obra de Henfil, seu pai, e presidente do Instituto Henfil. Escreve as Cartas do Pai para a Revista Fórum.
Henfil veste Pela Esquerda. Camisa da Ursal à venda no link abaixo:

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR