Hoje é dia do trabalhador perceber a força que tem sua classe – Por Elika Takimoto

Pássaros do mundo, uni-vos! Hoje é dia de luta, de reflexão e, como mostrou a história, este dia existe porque no dia 1° de Maio de 1886 houve uma bela revoada

Golpe de 2016. O que temos de lá para cá? Temos menos direitos e menos futuro. Paulo Guedes que o diga… O ministro da Economia sinalizou de forma escancarada que esse negócio de pobre querer futuro longevo lhe deixou indignado. Não pode!, disse Guedes. Na lógica liberal, pobre tem que viver menos para não sobrecarregar a previdência.

Logo depois do golpe, veio Temer e a primeira coisa que fez foi retirar direitos dos trabalhadores.

Mas… Nada neste Brasil é tão ruim que não possa piorar. Passarinho na gaiola canta porque não sabe que a pessoa que lhe dá água e comida também explora e oprime. Mas seu dono faz isso como se tivesse fazendo um bem e o passarinho acredita que está sendo bem cuidado. Assim acontece com os liberais que exploram dizendo que estão fazendo o melhor para o trabalhador.

Sob termos que enganam como “empreendedorismo” e “trabalho flexível”, retiraram direitos trabalhistas e previdenciários. Teve passarinho cantando defendendo seu dono porque não sabe o tamanho da floresta que perdeu.

Ontem foi o leilão da Cedae. Mais essa. Esse processo de privatização de empresas e dos serviços públicos está sendo feito por quem alimenta passarinhos, volto a dizer, que estão em uma gaiola. Falam em ineficiência do Estado para que o passarinho acredite que morar em árvores é pior do que em gaiolas.

Empresário só investe onde lhe dá lucro, passarinho. Percebe? Em lugares que o povo não tem dinheiro para pagar os serviços prestados, empresário nem aparece, meu bem. Essa é a realidade. Temos inúmeros exemplos para comprovar que o discurso usado para tornar privado o que é público é uma grande falácia.

Vimos o quão desastrosa foi a transferência para organizações sociais de serviços de saúde e assistência social, sob a forma de parceirização e contratualização. Falaram o que para você, passarinho? Que isso ia beneficiar toda a revoada, lembra? Que nada. Foi uma das maiores fontes de corrupção e serviços precarizados para os trabalhadores.

Enfim, hoje, é o Dia do Trabalhador – que anda perdendo seus direitos, vale pontuar. Mais do que nunca, é um dia para conscientizar que podemos voar.

A pior gaiola é essa: mesmo diante da porta aberta, o pássaro não acredita que consegue adejar. A pior gaiola está naquilo que nos fazem acreditar.

Pássaros do mundo, uni-vos! Hoje é dia de luta, de reflexão e, como mostrou a história, este dia existe porque no dia 1° de Maio de 1886 houve uma bela revoada.

**Este artigo não reflete, necessariamente, a opinião da Revista Fórum.

Avatar de Elika Takimoto

Elika Takimoto

Vencedora do Prêmio Saraiva Literatura, doutora em Filosofia, mestre em História, professora e coordenadora de física do Cefet, autora de dez livros e mãe de três artistas.